cifra simplificada

Dona Cila – Maria Gadú

Dona Cila - Maria Gadú

(intro 4x)  C F

 

C         F               C   F
De todo o amor que eu tenho
C           F          Am
Metade foi tu que me deu
Dm                  F
Salvando minh`alma da vida
Dm          G           C   ( C F )
Sorrindo e fazendo o meu eu

C         F               C   F
Se queres partir ir embora
C           F          Am
Me olha da onde estiver
Dm                  F
Que eu vou te mostrar que eu to pronta
Dm          G           C   ( C F )
Me colha madura do pé

C                     F   G
Salve, salve essa nega
               C   Am
Que axé ela tem
Dm                 G              C
Te carrego no colo e te dou minha mão
C               F          G       C Am
Minha vida depende só do teu encanto
                  Dm
Cila pode ir tranquila
G              C  ( C  F )
Teu rebanho tá pronto

C         F               C   F
Teu olho que brilha e não para
C           F          Am
Tuas mãos de fazer tudo e até
Dm                  F
A vida que chamo de minha
Dm          G           C   ( C F )
Neguinha, te encontro na fé

C         F               C   F
Me mostre um caminho agora
C           F          Am
Um jeito de estar sem você
Dm                  F
O apego não quer ir embora

Dm        G            C   ( C F )
Diaxo, ele tem que querer

C             F       G    C
Ó meu pai do céu, limpe tudo aí
                F       G            C
Vai chegar a rainha precisando dormir
C             F          G       C     Am
Quando ela chegar tu me faça um favor
              Dm                G         C     ( C  F )
Dê um banto a ela, que ela me benze aonde eu for

C         F               C   F
O fardo pesado que levas
C           F          Am
Desagua na força que tens
Dm                  F
Teu lar é no reino divino
Dm          G           C
Limpinho cheirando alecrim

 


 

Shimbalaiê – Maria Gadú

Shimbalaiê - Maria Gadú

 

C        F             G               C
 Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
         F             G          Am
 Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
                F             G               C
 Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
         F             G          Am
 Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

C         G         Am
 Natureza deusa do viver
           F
 A beleza pura do nascer
C           G                Am
 Uma flor brilhando à luz do sol
                   F         Am
 Pescador entre o mar e o anzol

C            G                Am
 Pensamento tão livre quanto o céu
             F
 Imagino um barco de papel
C            G              Am
 Indo embora pra não mais voltar
             F         Am
 Tendo como guia Iemanjá

          F                 G              C
 Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
          F                 G            Am
 Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
          F                 G              C
 Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
          F                 G            Am
 Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

C             G           Am
 Quanto tempo leva pra aprender
                   F
 Que uma flor tem vida ao nascer
C             G              Am
 Essa flor brilhando à luz do sol
                   F         Am
 Pescador entre o mar e o anzol

          F                 G              C
 Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
          F                 G            Am
 Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar
          F                 G              C
 Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
          F                 G
 Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

C   C

( C   C   F   G )
Ser capitã desse mundo
Poder rodar sem fronteiras
Viver um ano em segundos
Não achar sonhos besteira

          F         G          C          C
 Me encantar com um livro, que fale sobre vaidade
            F        G         F      C
 Quando mentir for preciso, poder falar a verdade

(solo)  C  C

          F                 G              C
 Shimbalaiê, quando vejo o sol beijando o mar
          F                 G           C       (4x)
 Shimbalaiê, toda vez que ele vai repousar

 


 

Quando Você Passa – Maria Gadú

Quando Você Passa - Maria Gadú

Intro: G

 

     G                  Em
Esse turu,turu,turu ,aqui dentro
        Am                     D
Que faz turu turu,quando você passa
     G                  Em
Meu olhar decora cada movimento
    Am                        D
Até seu sorriso me deixa sem graça

       Bm
Se eu pudesse te prender
     Em
Dominar seus sentimentos
      Am
Controlar seus passos
         D
Ler sua agenda e pensamento

         Bm
Mas meu frágil coração
    Em
Acelera o batimento
      Am                 D          
E faz turu,turu,turu,turu,turu,turu,tu

        G                   Em
Se esse turu tatuado no meu peito
          Am                     D
Gruda e o turu,turu,turu,não tem jeito
      G                      Em
Deixa sua marca no meu dia-a-dia
      Am                   D
Nesse misto de prazer e agonia

      Bm
Nem estou dormindo mais
       Em
Já não saio com os amigos
      Am
Sinto falta dessa paz
         D
Que encontrei no seu sorriso
         Bm
Qualquer coisa entre nós
        Em
Vem crescendo pouco a pouco
     Am
E já não nos deixa sós
      D
Isso vai nos deixar loucos

C             D
Se é amor ,sei lá
           Em                  Am
Só sei que sem você  parei de respirar
      Am    Bm
D é você chegar
         C                           D        
Pra esse turu,turu,turu,turu vir me atormentar

 

     G                  Em
Esse turu,turu,turu ,aqui dentro
        Am                     D
Que faz turu turu,quando você passa

     Bm
Eu desisto de entender
       Em
É um sinal que estamos vivos
           Am
Pra esse amor que vai crescer
        D
Não há lógica nos livros
       Bm
E quem poderá prever
     Em
Um romance imprevisível
       Am                  D
Com um turu,turu,turu,turu,turu,turu,tu

        G                   Em
Se esse turu tatuado no meu peito
          Am                     D
Gruda e o turu,turu,turu,não tem jeito
      Bm
Nem estou dormindo mais
       Em
Já não saio com os amigos
       Am                    D
Sinto falta desse turu,turu,turu,turu,turu,turu,tu

 


 

João De Barro – Maria Gadú

João De Barro - Maria Gadú

Intro: B  A  G

 

B            A                  G
O meu desafio é andar sozinho

Esperar no tempo os nossos destinos
B          A                  G
Não olhar pra trás, esperar a paz

O que me traz

A ausência do seu olhar

( B  A  G )

B                   A    G
Traz nas asas um novo dia

Me ensina a caminhar
B          A       G
Mesmo eu sendo menino aprendi
B                        A        G
Oh meu Deus me traz de volta essa menina
                                      B
Porque tudo que eu tenho é o seu amor
         A                        G
João de Barro eu te entendo agora

Por favor, me ensine como guardar
B   A  G
Meu amor

 


 

Lanterna Dos Afogados – Maria Gadú

Lanterna Dos Afogados - Maria Gadú

Intro: G  A  F#m  Bm

 

G                 A
Quando tá escuro e ninguém te ouve
F#m                        Bm
Quando chega a noite e você pode chorar
G                    A
Há uma luz no túnel dos desesperados
F#m                    Bm
Há um cais do porto pra quem precisa chegar

G                  A
tô na lanterna dos afogados
F#m                Bm
tô te esperando, vê se não vai demorar
 

G                    A
Uma noite longa por uma vida curta
F#m                  Bm
Mas já não me importa basta poder te ajudar
G                A
E são tantas marcas que já fazem parte
F#m                 Bm
Do que sou agora mas ainda sei me virar

 


 

Quase Sem Querer – Maria Gadú

Quase Sem Querer - Maria Gadú

Intro: A Bm D E

 

A          Bm  D    E
  Tenho andado distraído
A       Bm    D    E
  Impaciente e indeciso
   A              Bm
E ainda estou confuso
         D          E
Só que agora é diferente
A                Bm
 Estou tão tranquilo
   D      E
E tão contente
D           E
  Quantas chances
    D    A
Desperdicei
                 F#m      C#m  Bm
Quando o que eu mais queria

Era provar pra todo o mundo
    E
Que eu não precisava

Provar nada p'ra ninguém

    A            Bm
Me fiz em mil pedaços
  D          E
Pra você juntar
      A            Bm
E queria sempre achar
        D                  E
Explicação p'ro que eu sentia
        A      Bm
Como um anjo caído
         D           E
Fiz questão de esquecer
        A           Bm
Que mentir para si mesmo
         D          E    D
É sempre a pior mentira
 E   D       A
Mas      não sou mais
 F#m    C#m  Bm            E
Tão criança      a   ponto de saber tudo

 
    G
Já não me preocupo
           A
Se eu não sei porquê
    G
Às vezes o que eu vejo
               A
Quase ninguém vê
      G
E eu sei que você sabe
       A
Quase sem querer
 D          E          A
Que eu vejo o mesmo que você

       Bm     D       E
Tão correto e tão bonito
       A          Bm
O infinito é realmente
        D           E
Um dos deuses mais lindos
 A               Bm
Sei que às vezes uso
   D          E
Palavras repetidas
      A             Bm
Mas quais são as palavras
     D         E     D
Que nunca são ditas?
       E   D    A
Me disseram que você
   F#m      C#m  Bm
Estava chorando
                      E
E foi então que percebi

Como te quero tanto

Refrão:
    G
Já não me preocupo
           A
Se eu não sei porquê
    G
Às vezes o que eu vejo
               A
Quase ninguém vê
      G
E eu sei que você sabe
       A
Quase sem querer
 D          E          A
Que eu vejo o mesmo que você