O mandamento – Daniel e Samuel

O mandamento - Daniel e Samuel

 

       G            D            Em
É bom lembrar que somos dependentes
C               G      Am             D
Pequenos e carentes de abraço e perdão
       G            D            Em
É bom lembrar que somos imperfeitos
C               G      Am              D
Não temos o direito de julgar o nosso irmão
        C                                G
É bom lembrar que temos que ser um pro outro
                 D        C                     G
Ajudar tirar do poço se de repente alguém cair
           C                         G
Pois essa vida é cheio de altos e baixos
                   D       C                    G
De vitórias e fracassos para quem quer competir
       D                     C
O mandamento que jesus nos ensinou
                 G                D
Foi que ele nos amou sem fazer acepção
        D                               C
E esse amor preenche o céu a terra e o mar
               G                                D      D
Tem poder pra perdoar qualquer que seja a transgressão

          G                                    D
Então pra que você atirar pedra em quem jesus amou
                             C
Crucificar a quem jesus já perdoou
                               G
Você não foi chamado para ser juíz
         G
Errar é humano mais deus é quem concede a carta do
D
perdão
                                C
Aprenda com jesus estenda a tua mão
             Am                   G
Deus lava o pecado e apaga a cicatriz
         G          D          Em
É bom lembrar que somos dependentes

 


 

Absoluto – Daniel e Samuel

Absoluto - Daniel e Samuel

 

                           A
Ele não recebe ordens e nem é mandado
G                                 D      A
Ele mesmo é quem manda e faz como Ele quer
D                              A
É juiz que julga todos sem ser subornado
 G                              D
Nunca se sente cansado assim só Ele é
D                               A
Deus não tem substituto nem fiador
                                    G
Não deve pra ninguém não acha cobrador
                      D      
É absoluto e não erra em nada
                                         A
A sala do universo inteiro é escritorio dele
                               G
Não existe fila pra falar com Ele
             A             D
Atende todo mundo sem hora marcada
D          
Esse é meu deus
                                           A
que conhece a humanidade por dentro e por fora
            
Esse é meu deus
                                       D
O sol perde a claridade perto de sua glória
        
Esse é meu deus
                                  G
Não se vende, não se rende é superior
                             D
O futuro da ciência Ele já domina
         A                D
E da medicina Ele é professor
               A                                       D
Não faz aniversário porque não existe data do seu nascimento
                                    G
Ele é o mestre que ensina o conhecimento
           A     D
E a sabedoria é aluna dele
             A                                                D
Não usa calendário, não precisa secretário pra agendar seus planos
                                    G
Não depende de conselho de seres humanos
                  A                D
Toda honra toda glória seja dada a Ele
    A                  D
Pra Ele, por Ele, com Ele
          G                    A
Só dele, aqui ou em qualquer lugar
                     D
Quem manda em tudo é Ele

 


 

Todo dia, até morrer – Rodolfo Abrantes

Todo dia, até morrer - Rodolfo Abrantes

              G
 Deus me deu amor, me deu você
        Em
 E esse dia pra eu aprender
 Am              C
 A usá-lo sem medida
        G    D
 Nosso amor vive
G                     Em
 Eu quase morri de saudade
                                Am
 Enquanto eu não levantei e me virei
            D         G        D
 Pra ver o bem que o pai me fez
G
 Ele pôs em mim
      Em
 A vontade de ser de alguém
              Am        D
 Por quem meu coração parou e
       G        D
 Bateu outra vez
      C             D
  Eu quero me apaixonar
             Em
  Todo dia até morrer
       C                D
  Me alegro só de encostar
               G
  E ouvir seu peito
      C         D
  Eu vou recomeçar
                Em
  Todo dia até morrer
        C
  Quem sabe eu encontro
      D        G    D
  Um jeito perfeito

               G
 Deus me deu amor, me deu você
        Em
 E esse dia pra eu aprender
 Am              C
 A usá-lo sem medida
        G    D
 Nosso amor vive
G
 Do jeito que eu te amo
                          Em
 Me prova o quanto ele me ama
 
 Cordão que não se arrebenta
                  Am
 É forte nossa aliança
                      D
 Tão pura como uma criança
           G      D
 O pai me fez te ver
G
 A forma como ele te enxerga
                         Em
 Sorrindo enquanto te carrega
   
 O zelo que ele te cerca
                  Am
 Enquanto você descansa
                        D
 Gravou em mim essa lembrança
                 G       D
 Pra eu saber como fazer

     C             D
  Eu quero me apaixonar
             Em
  Todo dia até morrer
       C                D
  Me alegro só de encostar
               G
  E ouvir seu peito
      C         D
  Eu vou recomeçar
                Em
  Todo dia até morrer
        C
  Quem sabe eu encontro
      D        G    D
  Um jeito perfeito

 (G Em Am D G D)
Eu dedico essa canção a todas as famílias
Pais, mães, filhos e filhas
Que fazem do lar o melhor lugar
Que o senhor e o mar ao redor que protege essas ilhas

Mulher virtuosa quem achará
Seu valor excede o de muitos rubis
Ela é mais que eu quis
E mais que eu sonhei
Eu sei eu sou mais que feliz

Quem encontra a mulher
Encontra o tesouro
Onde está o meu tesouro está o meu coração
Minha inspiração para ser o melhor que eu puder ser
O melhor pra você

Deixará o homem a sua casa
Se unirá a sua mulher
E juntos será uma só carne

No mais altos dos Montes
No mais fundo dos vales
O que Deus uniu o homem não separe (D)

               G
 Deus me deu amor, me deu você
        Em
 E esse dia pra eu aprender
 Am              C
 A usá-lo sem medida
        G    D
 Nosso amor vive

 


 

Pisaduras – Rodolfo Abrantes

Pisaduras - Rodolfo Abrantes

 

                A
Por Suas pisaduras fomos Sarados
G                C
Nosso Coração está Incendiado
Em                 A
Há uma multidão de Filhos Apaixonados
G                  C
Clamando venha teu Reino (2x)

Em            D    C    A
Grande é o SENHOR Poderoso
Em       D         C   A
Digno de todo o meu Amor
Em            D         C     A
Tu és a porta para a Vida Eterna
Em        D         C     A
Tu és O Caminho aonde vou

(Em  A  G C)

Em                A
Por Suas pisaduras fomos Sarados
G                C
Nosso Coração está Incendiado
Em                 A
Há uma multidão de Filhos Apaixonados
G                  C
Clamando venha teu Reino (2x)

Em            D    C    A
Grande é o SENHOR Poderoso
Em       D         C   A
Digno de todo o meu Amor
Em            D         C     A
Tu és a porta para a Vida Eterna
Em        D         C     A
Tu és O Caminho aonde vou

(Em  D  C  A) (2x)

Em
Quem deu crédito quem ouviu
   D
Nenhuma uma aparência nos atraiu
     C
Como um de quem escondem o rosto
   A
Ele foi levantado
Em                          D
Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar
C
Levou o pecado de muitos
                    A
Com os malfeitores foi contado.

Em
E foi subindo como um renovo
D
Como raiz de uma terra seca
C
Verá o fruto do seu trabalho
      A
E se alegrará, e se alegrará (6x)

Em            D    C    A
Grande é o SENHOR Poderoso
Em       D         C   A
Digno de todo o meu Amor
Em            D         C     A
Tu és a porta para a Vida Eterna
Em        D         C     A
Tu és O Caminho aonde vou

Em        D        C    A
Teu para sempre eu sou
Em        D           C   A   (Em)
Tu és O Caminho aonde vou

 


 

Formiguinha (Fui Ao Mercado) – Galinha Pintadinha

Formiguinha (Fui Ao Mercado) - Galinha Pintadinha

Tom: D

D                        A
Fui no mercado comprar café
                                  D
Veio a formiguinha e subiu no meu pé
                       A
Eu sacudi, sacudi, sacudi
                                   D
Mas a formiguinha não parava de subir

                               A
Fui no mercado comprar batata roxa
                                     D
Veio a formiguinha e subiu na minha coxa
                       A
Eu sacudi, sacudi, sacudi
                                   D
Mas a formiguinha não parava de subir

                          A
Fui no mercado comprar melão
                                D
E a formiguinha subiu na minha mão
                       A
Eu sacudi, sacudi, sacudi
                                   D
Mas a formiguinha não parava de subir

                           A
Fui no mercado comprar gerimum
                                D
E a formiguinha subiu no meu bumbum
                       A
Eu sacudi, sacudi, sacudi
                                   D
Mas a formiguinha não parava de subir

                           A
Fui no mercado comprar um giz
                                     D
Veio a formiguinha e subiu no meu nariz
                       A
Eu sacudi, sacudi, sacudi
                                   D
Mas a formiguinha não parava de subir

 


 

Sapo Cururu – Galinha Pintadinha

Sapo Cururu - Galinha Pintadinha

(intro 4x) G D

         G
Sapo Cururu na beira do rio
               D                              G
Quando o sapo canta, ó Maninha, é porque tem frio
D            G
A mulher do sapo, deve estar lá dentro
            D                            G
Fazendo rendinha, ó Maninha, para o casamento

         G
Sapo Cururu na beira do rio
               D                              G
Quando o sapo canta, ó Maninha, é porque tem frio
D            G
A mulher do sapo, deve estar lá dentro
            D                            G
Fazendo rendinha, ó Maninha, para o casamento

         A
Sapo Cururu na beira do rio
               E                              A
Quando o sapo canta, ó Maninha, é porque tem frio
E            A
A mulher do sapo, deve estar lá dentro
            E                            A
Fazendo rendinha, ó Maninha, para o casamento

E        A
Sapo Cururu na beira do rio
               E                              A
Quando o sapo canta, ó Maninha, é porque tem frio
E            A
A mulher do sapo, deve estar lá dentro
            E                            A
Fazendo rendinha, ó Maninha, para o casamento
            E                            A
Fazendo rendinha, ó Maninha, para o casamento

 


 

A Barata – Galinha Pintadinha

A Barata - Galinha Pintadinha

 

G                 C
A barata diz que tem
   F             C
Sete saias de filó
                F
É mentira da barata
  G            C
Ela tem é uma só
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
               C
Ela tem é uma só
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
               C
Ela tem é uma só

G                 C
A barata diz que tem
   F             C
Um anel de formatura
                F
É mentira da barata
  G              C
Ela tem a casca dura
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                   C
Ela tem é a casca dura
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                   C
Ela tem é a casca dura

G                 C
A barata diz que tem
    F           C
Um sapato de fivela
                F
É mentira da barata
   G               C
O sapato é da mãe dela
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                   C
O sapato é da mãe dela
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                   C
O sapato é da mãe dela

G
A barata diz que tem
  F            C
Uma saia de cetim
                F
É mentira da barata
  G             C
Ela tem é de capim
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                C
Ela tem é de capim
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                C
Ela tem é de capim

G                 C
A barata diz que tem
    F           C
Um sapato de veludo
                F
É mentira da barata
                C
Ela tem o pé peludo
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                C
Ela tem o pé peludo
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                C
Ela tem o pé peludo

G                 C
A barata diz que tem
   F             C
Sete saias de balão
                   F
É mentira não tem não
     G              C
Nem dinheiro pra sabão
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                    C
Nem dinheiro pra sabão
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                    C
Nem dinheiro pra sabão

G                 C
A barata diz que tem
    F            C
Um vestido de babado
                F
É mentira da barata
   G             C
O vestido tá rasgado
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                 C
O vestido tá rasgado
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                 C
O vestido tá rasgado

G                C
A barata sempre diz
     F          C
Que viaja de avião
                F
É mentira da barata
  G             C
Ela vai é de busão
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                C
Ela vai é de busão
                     G
Há, há, há, hó, hó, hó
                C
Ela vai é de busão

 


 

Dona Aranha – Galinha Pintadinha

Dona Aranha - Galinha Pintadinha

         D             A7   D
A Dona Aranha subiu pela parede
     A7       D      A7      D
Veio a chuva forte e a derrubou
 G            D
Já passou a chuva
   G             D
O sol já vai surgindo
           Em         A7      D
E a dona aranha continua a subir

          D        A7   D
Ela é teimosa e desobediente
             Em
Sobe, sobe, sobe
   A7            D
E nunca está contente

[Segunda Parte]

         D            A7     D
A Dona Aranha desceu pela parede
     A7       D      A7      D
Veio a chuva forte e a derrubou
 G            D
Já passou a chuva
   G             D
O sol já vai surgindo
           Em         A7       D
E a dona aranha continua a descer

          D        A7   D
Ela é teimosa e desobediente
               Em
Desce, desce, desce
   A7            D
E nunca está contente

[Primeira Parte]

         D             A7   D
A Dona Aranha subiu pela parede
     A7       D      A7      D
Veio a chuva forte e a derrubou
 G            D
Já passou a chuva
   G             D
O sol já vai surgindo
           Em         A7      D
E a dona aranha continua a subir

          D        A7   D
Ela é teimosa e desobediente
             Em
Sobe, sobe, sobe
   A7            D
E nunca está contente

 


 

Atirei o Pau No Gato – Galinha Pintadinha

Atirei o Pau No Gato - Galinha Pintadinha

Intro: C

 

G               C
Atirei o pau no gato to
      G
Mas o gato to
       C       C7
Não morreu reu reu
      F
Dona Chica ca
     C
Admirou-se se
      G                        C
Do berro, do berro que o gato deu. Miau!

F               C
Miau miau miau. Miau miau miau
G               C         C7
Miau miau miau. Miau miau miau

F               C
Miau miau miau. Miau miau miau
G         
Miau miau miau.

A                  D
Não atire o pau no gato to
       A
porque isso so
        D      D7
não se faz faz faz
     G
O gatinho nho
          D
É nosso amigo go
       A                     D
Não devemos maltratar os animais. Jamais!

 


 

Pintinho Amarelinho – Galinha Pintadinha

Pintinho Amarelinho - Galinha Pintadinha

Tom: D
 

 D
Meu pintinho amarelinho
                    A7
Cabe aqui na minha mão, na minha mão
        G             D
Quando quer comer bichinhos
            A7                  D  A7
Com seus pezinhos ele cisca o chão

 D
Meu pintinho amarelinho
                    A7
Cabe aqui na minha mão, na minha mão
        G             D
Quando quer comer bichinhos
            A7                  D
Com seus pezinhos ele cisca o chão

[Refrão]

            G
Ele bate as asas
             D
Ele faz piu piu
               A7           D
Mas tem muito medo é do gavião

            G
Ele bate as asas
             D
Ele faz piu piu
               A7           D
Mas tem muito medo é do gavião