cifra simplificada

Ainda Existem Cowboys – Fernando e Sorocaba

Ainda Existem Cowboys - Fernando e Sorocaba

Intro 3x: Bm G D A

 

Bm      G   D
Quem falou
                    A              Bm      G
Que morreu o jeito simples do interior
D
 Se enganou

Bm                       G
Há mais de uma semana, preso na cidade
   D                     A
Entendo e não critico essa modernidade
  Bm              G                      D
Mas é no meio do mato que eu encontro a paz
               A
Minha maior riqueza, o dinheiro não traz
Em                 G
  Noite de lua cheia
                   D
O calor de uma fogueira
                        A
E o beijo quente da minha pequena
      Em
E no final de semana
F#
  É no rodeio que vai me encontrar

Refrão:
        G
É isso mesmo
      A           Bm
Sou bruto e sertanejo
     D         G
Eu vivo desse jeito
      A         F#
E só pra te lembrar

               Bm     G  D
Ainda existem cowboys
           A   Bm     G  D
Ainda existem cowboys
           A   Bm     G  D
Ainda existem cowboys

(Introdução 2x)

Bm      G   D
Quem falou
                    A              Bm      G
Que morreu o jeito simples do interior
D
 Se enganou

Bm                       G
Há mais de uma semana, preso na cidade
   D                     A
Entendo e não critico essa modernidade
  Bm              G                      D
Mas é no meio do mato que eu encontro a paz
               A
Minha maior riqueza, o dinheiro não traz
Em                 G
  Noite de lua cheia
                   D
O calor de uma fogueira
                        A
E o beijo quente da minha pequena
      Em
E no final de semana
F#
  É no rodeio que vai me encontrar

Refrão:
        G
É isso mesmo
      A           Bm
Sou bruto e sertanejo
     D         G
Eu vivo desse jeito
      A         F#
E só pra te lembrar
               Bm
Ainda existem cowboys

Bm                  G
É isso mesmo, o sistema é diferente
D                         A
Se você curte, pega a estrada e vem com a gente
Bm                      G
Cê me desculpa, mas eu não te devo nada
         D                        A
Se meu jeito não te agrada, pó vazar na braquiária
Bm             G
Vem, vai, que hoje o pau tora
D                 A
Se bobear, eu já vou passando a espora
Bm                G
É pescaria, churrasco, cerveja
         D                        A          F#
Mulher gosta de cowboy, ela não gosta de abelha
 

 


 

Menina Pipoco – Fernando e Sorocaba

Menina Pipoco - Fernando e Sorocaba

 

Bm
  Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

                D
Bum, bum, bum, bum, bum
             
Pá, rá, rá ,rá
 A                   G
Bum, bum, bum, bum, bum, bum

Pá, rá, rá ,rá

Bm
  Ela tá dando aula

Pós-graduada em farra
A
  E quando junta com as amigas

Pode prerarar

 Bm
Solteira recém-largada

Tá mal intencionada
A
  Já acionou os contatinho

Hoje não vai prestar

 G
Sai da frente
    F#
Que ela vai passar
 G               F#
Para tudo, solta o paredão

Pra ela dança

Bm
  Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

                D
Bum, bum, bum, bum, bum
             
Pá, rá, rá ,rá
 A                   G
Bum, bum, bum, bum, bum, bum

Pá, rá, rá ,rá

( Bm  D  A  G )

Bm
  Ela tá dando aula

Pós-graduada em farra
A
  E quando junta com as amigas

Pode prerarar

 Bm
Solteira recém-largada

Tá mal intencionada
A
  Já acionou os contatinho

Hoje não vai prestar

 G
Sai da frente
    F#
Que ela vai passar
 G               F#
Para tudo, solta o paredão

Pra ela dança

Bm
  Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

                D
Bum, bum, bum, bum, bum
             
Pá, rá, rá ,rá
 A                   G
Bum, bum, bum, bum, bum, bum

Pá, rá, rá ,rá

( Bm  D  A  G )

Bm
  Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

Menina Pipoco
  D
Chega e todo mundo fica louco
   A                   G
É bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

                D
Bum, bum, bum, bum, bum
             
Pá, rá, rá ,rá
 A                   G
Bum, bum, bum, bum, bum
                           Bm
Ela já chega jogando o bumbum

 


 

Sou do Interior – Fernando e Sorocaba

Sou do Interior - Fernando e Sorocaba

Em                  G
Respira fundo e sente
               D
Até o ar é diferente aqui
        A
É só deixar fluir

Em                  G
O sol aquece a gente
                         D
E as flores vão formando cores
              A
Que nenhuma cidade tem

Em            G
Só aqui, Na fazenda
     D           A
Os amores viram lendas
      Em                G
E é aqui que eu quero viver
             D                       A
Colhendo o amor que eu plantar com você

             Em      G
Sou do interior
      D                  A
Só a terra, a chuva e o sol
                    Em     G
Faz florescer meu amor 
        D                 A
E essa paz vai te fazer dizer

             Em      G
Sou do interior
      D                  A
Só a terra, a chuva e o sol
                    Em     G
Faz florescer meu amor
        D                 A
E essa paz vai te fazer dizer
             Em   G   D   A
Sou do interior

Em                  G
Respira fundo e sente
               D
Até o ar é diferente aqui
        A
É só deixar fluir

Em                  G
O sol aquece a gente
                         D
E as flores vão formando cores
              A
Que nenhuma cidade tem

Em            G
Só aqui, Na fazenda
     D           A
Os amores viram lendas
      Em                G
E é aqui que eu quero viver
             D                       A
Colhendo o amor que eu plantar com você

             Em      G
Sou do interior
      D                  A
Só a terra, a chuva e o sol
                    Em     G
Faz florescer meu amor
        D                 A
E essa paz vai te fazer dizer

             Em      G
Sou do interior
      D                  A
Só a terra, a chuva e o sol
                    Em     G
Faz florescer meu amor
        D                 A
E essa paz vai te fazer dizer

C             G                    D
E esse é o lugar que escolhi pra ficar
C              G                    A
Bato forte no peito, me orgulho em falar

            Em      G
Sou do interior
      D                  A
Só a terra, a chuva e o sol
                    Em     G
Faz florescer meu amor
        D                 A
E essa paz vai te fazer dizer
            Em      G
Sou do interior
      D                  A
Só a terra, a chuva e o sol
                    Em     G
Faz florescer meu amor
        D                 A
E essa paz vai te fazer dizer
             Em
Sou do interior

 


 

Cachaça e Nutella – Fernando e Sorocaba

Cachaça e Nutella - Fernando e Sorocaba

Tom: G

[Intro]  Em  C  G  D
         Em  C  G  D

 

Em
  Conversa torta
C                   G                 D
  Você dizendo por aí que não tem volta

Respeita a roça

Em
  Sei que cê gosta
C
  Sou meio bruto
       G              D
Mas a pegada é gostosa

    Am
Gostou, voltou, provou
   C
Pirou no meu colchão
G                    D
  Tá dependente, viciada no peão
   Am                         C
Comigo é muito amor e pouca prosa
      Am                         B
Todo mundo quer de novo quando prova

Em                        C
  Ela é cidade, eu sou fazenda
                         G
Eu sou cachaça, ela é Nutella
                     D
E como a gente combinou
      Em
Roça nela
                       C
Eu curto som de porta-mala
                  G
Ela no tuts tuts dela 
                     D
E como a gente combinou

Roça nela
Em                        C
  Ela é cidade, eu sou fazenda
                         G
Eu sou cachaça, ela é Nutella
                     D
E como a gente combinou
      Em
Roça nela
                       C
Eu curto som de porta-mala
                  G
Ela no tuts tuts dela 
                     D
E como a gente combinou

Roça nela

( Em  C  G  D )
( Em  C  G  D )

Em
  Conversa torta
C                   G                 D
  Você dizendo por aí que não tem volta

Respeita a roça

Em
  Sei que cê gosta
C
  Sou meio bruto
       G              D
Mas a pegada é gostosa

    Am
Gostou, voltou, provou
   C
Pirou no meu colchão
G                    D
  Tá dependente, viciada no peão
   Am                         C
Comigo é muito amor e pouca prosa
      Am                         B
Todo mundo quer de novo quando prova

Em                        C
  Ela é cidade, eu sou fazenda
                         G
Eu sou cachaça, ela é Nutella
                     D
E como a gente combinou
      Em
Roça nela
                       C
Eu curto som de porta-mala
                  G
Ela no tuts tuts dela 
                     D
E como a gente combinou

Roça nela
Em                        C
  Ela é cidade, eu sou fazenda
                         G
Eu sou cachaça, ela é Nutella
                     D
E como a gente combinou
      Em
Roça nela
                       C
Eu curto som de porta-mala
                  G
Ela no tuts tuts dela 
                     D
E como a gente combinou

Roça nela

Em                        C
  Ela é cidade, eu sou fazenda
                         G
Eu sou cachaça, ela é Nutella
                     D
E como a gente combinou
      Em
Roça nela
                       C
Eu curto som de porta-mala
                  G
Ela no tuts tuts dela 
                     D
E como a gente combinou

Roça nela
Em                        C
  Ela é cidade, eu sou fazenda
                         G
Eu sou cachaça, ela é Nutella
                     D
E como a gente combinou
      Em
Roça nela
                       C
Eu curto som de porta-mala
                  G
Ela no tuts tuts dela 
                     D
E como a gente combinou

Roça nela

[Final]  Em

 


 

Deixa Brilhar – Fernando e Sorocaba

Deixa Brilhar - Fernando e Sorocaba

C     G          Dm
Deixa o nosso amor brilhar
F        C
E vem se entregar
G        Dm           F
Deixa o amor brilhar, brilhar                                            
C      G         Dm
Quando o nosso sol nascer
F         C
Você vai entender
G         Dm          F         C
Deixa o amor brilhar,brilhar em você

Base solo: C  G  Dm  F (2x)

C     G        Dm         F
Ah, você me amar difícil hein
C
Você tem sua vida
G
Você tem suas amigas
  Dm                 F
E não precisa de ninguém                                                               

C    G        Dm        F
Ah, você me dar seu coração
C                          G                      Dm              F
Tá muito mais difícil que andar sem levar tiro no meio do Afeganistão

C      G
Eu sei já baguncei demais
Dm                      F
Sou uma cara difícil, você tá com o pé atrás
C        G
Eu sei, já fui meio pirado                                                      
    Dm                      F
Mas acredita em mim estou pagando meus pecados
C           G       Dm   F
Só quero estar com você

C     G          Dm
Deixa o nosso amor brilhar
F        C
E vem se entregar
G        Dm           F
Deixa o amor brilhar, brilhar                                            
C      G         Dm
Quando o nosso sol nascer
F         C
Você vai entender
G         Dm          F         C
Deixa o amor brilhar, brilhar em você

Base solo: C  G  Dm  F

C     G        Dm         F
Ah, você me amar difícil hein
C
Você tem sua vida
G
Você tem suas amigas
  Dm                 F
E não precisa de ninguém                                                               

C    G        Dm        F
Ah, você me dar seu coração
C                          G                      Dm              F
Tá muito mais difícil que andar sem levar tiro no meio do Afeganistão

C      G
Eu sei já baguncei demais
Dm                      F
Sou uma cara difícil, você tá com o pé atrás
C        G
Eu sei, já fui meio pirado                                                      
    Dm                      F
Mas acredita em mim estou pagando meus pecados
C           G       Dm  F
Só quero estar com você

C     G          Dm
Deixa o nosso amor brilhar
F        C
E vem se entregar
G        Dm           F
Deixa o amor brilhar, brilhar                                            
C      G         Dm
Quando o nosso sol nascer
F         C
Você vai entender
G         Dm          F
Deixa o amor brilhar,brilhar 

 C                  G
Vamos virar o sol, iluminar o espaço 
  Dm                       F
Explode a energia quando está nos meus braços 
  C                         G
Agora o papo é esse tá tão fácil de entender 
      Dm
Quem decide é você 
 F
Vem, vem, vem, vem, vem

C     G          Dm
Deixa o nosso amor brilhar
F        C
E vem se entregar
G        Dm           F
Deixa o amor brilhar, brilhar                                            
C      G         Dm
Quando o nosso sol nascer
F         C
Você vai entender
G         Dm          F         C
Deixa o amor brilhar, brilhar em você

C  G  Dm

F        C       G
Deixa o amor brilhar
Dm        F
brilhar, brilhar…

 


 

Terapinga – Fernando e Sorocaba

Terapinga - Fernando e Sorocaba

[Intro]  C  G  Dm  F

 

      C
Resolvi aceitar seu conselho
Dar um basta no meu desespero
    F
Eu resolvi mudar
                                 C     G
Sabe o fundo do poço, eu não tô mais lá

               C                      G
O meu olho vermelho não é mais de chorar
               Dm
E aquela tremedeira 
                   F
Eu já consegui tratar
                           Am
Tô a dois passos da felicidade
               G
E pra falar a verdade
          Dm
Eu tô mentindo 
                        F
Se disser que sinto saudades

                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
                 Dm
De sessão em sessão 
                        F
Cê vai saindo da minha vida
                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
              Dm
Depois do trabalho 
                     F
Tenho um horário marcado

                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
                 Dm
De sessão em sessão 
                        F
Cê vai saindo da minha vida
                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
              Dm
Depois do trabalho 
                     F
Tenho um horário marcado
                    C    G  Dm  F
Lá no boteco da esquina

( C  G  Dm  F )

      C
Resolvi aceitar seu conselho
Dar um basta no meu desespero
    F
Eu resolvi mudar
                                 C     G
Sabe o fundo do poço, eu não tô mais lá

               C                      G
O meu olho vermelho não é mais de chorar
               Dm                      F
E aquela tremedeira 
                   F
Eu já consegui tratar
                           Am
Tô a dois passos da felicidade
               G
E pra falar a verdade
          Dm
Eu tô mentindo 
                        F
Se disser que sinto saudades

                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
                 Dm
De sessão em sessão 
                        F
Cê vai saindo da minha vida
                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
              Dm
Depois do trabalho 
                     F
Tenho um horário marcado

                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
                 Dm
De sessão em sessão 
                        F
Cê vai saindo da minha vida
                   C
Eu tô fazendo terapinga
               G
Toda terça e quinta
              Dm
Depois do trabalho 
                     F
Tenho um horário marcado
                    C    G  Dm  F
Lá no boteco da esquina
                   C    G  Dm  F
Eu tô fazendo terapinga
                    C   F  C
Lá no boteco dá esquina

 


 

Dou Trabalho, Mas Não Traio – Fernando e Sorocaba

Dou Trabalho, Mas Não Traio - Fernando e Sorocaba

Intro: A E Bm D E

 

F#m             D                 A           E
Ela já tá me pedindo foto de onde eu tô
Bm                A                E
Oito chamadas perdidas, se desesperou
F#m                           D                        A                         E
É que essas festinhas da faculdade não começam muito tarde, mas terminam de manhã
   F#m                        D
E o povo faz vaquinha de cerveja
                A
Toca moda sertaneja
                        E
Que cê sabe que eu sou fã
    A                           E
Amor onde eu tô cê sabe como é
                        Bm
Tá lotado de pinga e mulher 
                            D
Tem som alto torando no carro

Eu já tô meio embriagado
  A                             E
Amor onde eu tô cê sabe como é
                        Bm
Tá lotado de pinga e mulher 
                          D
Falo mole, quando bebo eu caio

Dou trabalho, mas nunca te traio

Solo: ( A  E  Bm D   E )

F#m            D                   A          E
Ela já tá me pedindo foto de onde eu tô
Bm                   A          E
Oito chamadas perdidas, se desesperou
F#m                         D                           A                       E
É que essas festinhas da faculdade não começam muito tarde, mas terminam de manhã
   F#m                          D
E o povo faz vaquinha de cerveja
                   A
Toca moda sertaneja
                       E
Que cê sabe que eu sou fã
    A                       E
Amor onde eu tô cê sabe como é
                        Bm
Tá lotado de pinga e mulher 
                            D
Tem som alto torando no carro

Eu já tô meio embriagado
  A                             E
Amor onde eu tô cê sabe como é
                        Bm
Tá lotado de pinga e mulher 
                             D
Falo mole, quando bebo eu caio

Dou trabalho, mas nunca te traio
    A                       E
Amor onde eu tô cê sabe como é
                        Bm
Tá lotado de pinga e mulher 
                            D
Tem som alto torando no carro

Eu já tô meio embriagado
  A                          E
Amor onde eu tô cê sabe como é
                        Bm
Tá lotado de pinga e mulher 
                            D
Falo mole, quando bebo eu caio

Dou trabalho, mas nunca te traio

 

 


 

Aquele Ex – Fernando e Sorocaba

Aquele Ex - Fernando e Sorocaba

Tom: G

C           D
Então é você 
Bm                 Em
O novo namorado dela 
C           D
Então é você 
Bm                         Em
Quem diz que vai casar com ela

C                            D
Muito prazer vim te conhecer 
                        Bm                       Em
Queria saber quem é o cara que fez ela voltar a viver 
C                          D                              Bm
Você não precisa se assustar, não vim discutir com você nem brigar 
        Em  Em7
Só vim te falar
      C       D
só vim te falar

    C                                D
Que quando ela chora você não entende 
                        Bm
Não é com você vê se compreende 
             Em
É coisa da gente
          Em7
É coisa da gente

     C                         D
Sou aquele ex que ela não esqueceu 
                           Bm
Mais ainda bem que você apareceu 
                  Em   Em7                  C
Faz ela me esquecer não suporto ver ela sofrer                              
                                D
Por isso invadi seu sonho pra dizer 
    
 Em             Em7           C          D  Bm  Em  Em7
Daqui de cima estou torcendo por vocês

 


 

Todo Canto – Fernando e Sorocaba

Todo Canto - Fernando e Sorocaba

 

 D                    A                       G
Vendi o meu melhor cavalo porque ela montou nele
D                       A                     G
Vendi o meu chapéu e o laço porque ela usou eles

A                                      G
Eu vou me livrar do sofá e de todo lugar que a gente fez amor
D                                A               G  A
A cama, o rack, as cadeiras, a mesa, não adiantou

                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
                 Bm                  A
Até na área, a gente não perdoou nada
                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
           G                  A
A casa inteira eu tô doando

                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
                 Bm                  A
Até na área, a gente não perdoou nada
                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
           G
A casa inteira eu tô doando
           A                       D
Porque a gente se amou em todo canto

D                    A                       G
Vendi o meu melhor cavalo porque ela montou nele
D                       A                     G
Vendi o meu chapéu e o laço porque ela usou eles

A                                      G
Eu vou me livrar do sofá e de todo lugar que a gente fez amor
D                                A               G  A
A cama, o rack, as cadeiras, a mesa, não adiantou

                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
                 Bm                  A
Até na área, a gente não perdoou nada
                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
           G                  A
A casa inteira eu tô doando

                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
                 Bm                  A
Até na área, a gente não perdoou nada
                         D
Como é que arranca as paredes?
           A
O chão da sala?
           G                A
A casa inteira eu tô doando

                         D#
Como é que arranca as paredes?
           A#
O chão da sala?
                 Cm                 A#
Até na área, a gente não perdoou nada
                         D#
Como é que arranca as paredes?
           A#
O chão da sala?
           G#
A casa inteira eu tô doando
           A#                       D#
Porque a gente se amou em todo canto

           G#
A casa inteira eu tô doando
           A#                       D#
Porque a gente se amou em todo canto

 


 

Bom Rapaz – Fernando e Sorocaba

Bom Rapaz - Fernando e Sorocaba

 Bm                      G
Vai ficar olhando ou vai levar
               D  A
Essa joia pra sua casa
Bm                    G
Olha, você tá ouvindo sim
                              D   A
De quem disse não pra tantos caras

D                     A
Ela já se machucou demais
  Bm                         G
Promete que vai ser um bom rapaz
D                               A
E se ela disser vem, cê pega e vai
                   Bm
E não solta nunca mais
                   G
E não solta nunca mais
 
                D     A
Outra dessa cê não acha
                 Bm  G
Olha como ela te abraça
                   D
E você ganhou de graça
                       A
Corre que essa chance passa
                Bm    G
Corre senão ela escapa