Love, Love, Love – Caetano Veloso

Intro: A 

 


Eu canto no ritmo, não tenho outro vício 
Se o mundo é um lixo eu não sou 
   D 
Eu sou bonitinho com muito carinho 
                             G 
É o que diz minha voz de cantor 
              C       Bm    E 
Por Nosso Senhor, meu amor, te amo 
  Bm         A          D 
Pelo mundo inteiro eu chamo 
       G    D     G 
Essa chama que move Pelé disse 
 Bm   E  A 
Love, love, love 
Absurdo o Brasil pode ser um absurdo 
Até aí tudo bem nada mal 
      D 
Pode ser um absurdo mas ele não é surdo 
                         G 
O Brasil tem ouvido musical 
              C      Bm       E 
Que não é normal, meu amor, te quero 
  Bm          A       D 
Pelo mundo inteiro espero 
      G    D     G 
A visão que comove Pelé disse 
Bm    E  A 
Love, love, love 
Na maré da utopia 
Banhar todo dia a beleza 
Do corpo convém 
       D 
Olha o pulo da jia e não tendo utopia 
                     G 
Não pia a beleza também 
               C     Bm     E 
Digo pra nunguém, meu amor, desejo 
  Bm          A        D 
Pelo mundo inteiro eu vejo 
       G         D 
O que não tem quem prove 
   G 
Pelé disse 
Bm    E  A 
Love, love, love 
Na densa floresta feliz prolifera 
A linhagem da fera feroz 
    D 
Ciclones de estradas desenham-se 
                             G 
Livres e fortes diantes de nós 
                C 
E eu com minha voz 
      Bm      E 
Meu amor, preciso 
  Bm          A      D 
Pelo mundo inteiro aviso 
        G     D 
Olha o noventa e nove 
   G 
Pelé disse 
 Bm   E  A 
Love, love, love    (BIS) 

 


 

O Leãozinho – Caetano Veloso

(intro) C

 

C                     G           Am                  Em
Gosto muito de te ver,   leãozinho    caminhando sob o sol
F                              C
Gosto  muito de você,   leãozinho
                    G            Am                    Em
Para desentristecer,   leãozinho, o  meu coração tão só
F                                C
Basta  eu encontrar você    no caminho

Am              
Um  filhote de leão,    raio da manhã
Am                         Dm      G
Arrastando o meu olhar      como um imã
Am                         
O   meu coração é o sol       pai de toda cor
Am                           Dm  G            
            Quando ele lhe doura a pele ao léu

C                      G           Am                     Em
Gosto de te ver ao sol,   leãozinho    de te ver entrar no mar
F                          C
Tua   pele, tua luz,    tua juba
                       G           Am                   Em
Gosto de ficar ao sol,    leãozinho de molhar minha juba
F                               C
De estar perto de você e  entrar no mar

 


 

Vaca Profana – Caetano Veloso

(intro)  E A

 

 E                        A
   Respeito muito minhas lágrimas
 E                        C#m
   Mas ainda mais minha risada
 F#                           A
   Inscrevo, assim, minhas palavras
 Am                        E
   Na voz de uma mulher sagrada
                         F#
 Vaca profana, põe teus cornos
 F                        E
   Pra fora e acima da manada
                         F#
 Vaca profana, põe teus cornos
 F
   Pra fora e acima da man…
 E
 Ê, ê, ê, ê, ê,
                   F#
 Dona das divinas tetas
 A
   Derrama o leite bom na minha cara
      E                 A
 E o leite mau na cara dos caretas

 ( E A ) E                       A
         Segue a "movida Madrileña"
 E                      C#m
   Também te mata Barcelona
 F#                         A
   Napoli, Pino, Pi, Paus, Punks
 Am                      E
   Picassos movem-se por Londres
                    F#
 Bahia, onipresentemente
 F                      E
   Rio e belíssimo horizonte
                    F#
 Bahia, onipresentemente
 F
 Rio e belíssimo horiz…
 E
 Ê, ê, ê, ê, ê,
                  F#
 Vaca de divinas tetas
 A
   La leche buena toda en mi garganta
     E               A
 La mala leche para los "puretas"

 ( E A ) E                             A
         Quero que pinte um amor Bethânia
 E                     C#m
   Stevie Wonder, andaluz
 F#                         A
   Como o que tive em Tel Aviv
 Am                        E
   Perto do mar, longe da cruz
                      F#
 Mas em composição cubista
 F                              E
   Meu mundo Thelonius Monk`s blues
                      F#
 Mas em composição cubista
 F
 Meu mundo Thelonius Monk`s…
 E
 Ê, ê, ê, ê, ê,
                   F#
 Vaca das divinas tetas
 A
   Teu bom só para o oco, minha falta
      E
 E o resto inunde as almas dos caretas

 ( E A ) E                        A
         Sou tímido e espalhafatoso
 E                       C#m
   Torre traçada por Gaudi
 F#                          A
   São Paulo é como o mundo todo
 Am                            E
   No mundo, um grande amor perdi
                         F#
 Caretas de Paris e New York
 F                      E
   Sem mágoas, estamos aí
                         F#
 Caretas de Paris e New York
 F
   Sem mágoas estamos a…
 E
 Ê, ê, ê, ê, ê,
                   F#
 Dona das divinas tetas
 A
   Quero teu leite todo em minha alma
    E               A
 Nada de leite mau para os caretas

 ( E A ) E                          A
         Mas eu também sei ser careta
 E                         C#m
   De perto, ninguém é normal
 F#                          A
   Às vezes, segue em linha reta
 Am                            E
   A vida, que é "meu bem, meu mal"
                              F#
 No mais, as "ramblas" do planeta
 F                           E
   "Orchata de chufa, si us plau"
                              F#
 No mais, as "ramblas" do planeta
 F
   "Orchata de chufa, si us…
 E
 Ê, ê, ê, ê, ê,
                         F#
 Deusa de assombrosas tetas
 A
   Gotas de leite bom na minha cara
     E                      A       E    A (3x)
 Chuva do mesmo bom sobre os caretas…

(fim)  E

 


 

Sozinho – Caetano Veloso

 
D           A        B       Bm   
 Às vezes no silêncio da noite
Em                  A    
 Eu fico imaginando nós dois
D            A       B    Bm    B Bm
 Eu fico ali sonhando acordado,       jun – tan – do
Em           Em        A            Bm
 O antes o agora e o depois        

Bm                F#m         G
 Por que você me deixa tão solto?
Bm                 F#m       Bm
 Por que você não cola em mim?
Bm               F#m        G
 Tô me sentindo muito sozinho

D               A       B      Bm    
 Não sou nem quero ser o seu dono
Em                    Em        A   
 É que um carinho às vezes cai bem
D                A      B   Bm       B Bm
 Eu tenho os meus desejos e planos      se – cre –  tos
Em                     A      
 Só abro pra você mais ninguém

 

Bm                  F#m     G
 Porque você me esquece e some
Bm                  F#m         Bm
 E se eu me interessar por alguém
Bm              F#m         G
 E se ela de repente me ganha

  D                  A            G
Quando a gente gosta é claro que a gente cuida
 Em              Em                 C
Fala que me ama só que é da boca pra fora
D              A         Bm
Ou você me engana ou não está madura

 

G              D               G
Onde está você agora

  D                  A            G
Quando a gente gosta é claro que a gente cuida
 Em              Em                 C
Fala que me ama só que é da boca pra fora
D              A         Bm         G
Ou você me engana ou não está madura (passagem 2)
G
Onde está você agora?