Bêbado No Máximo – Bruno e Barretto

[Intro]  E

 

      E                              B
A verdade é que a sociedade não tem dó do bêbado
         F#m                                    C#m    B
Você me julga,  mas não me pergunta por que eu bebo assim
          E                                     B
Você não perguntou,  mas eu vou falar do mesmo jeito
               F#m                  C#m         B
É que a minha paixão não quer mais saber de mim
        A                              B
E é por isso, que hoje de novo eu vou ficar

           E                   B
Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
                C#m
Se não sofre de amor não venha me dar sermão
             A
Me pedindo pra apreciar com moderação
           E                  B
Bêbado no máximo, sofrendo no máximo
             C#m
Pra que todo esse preconceito comigo?
                        A                        E
Se eu só esvazio essas garrafas pra preencher o vazio

[Solo] E  B  C#m  A

 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *