Pedro Pedreiro – Chico Buarque

 

G               Am       D      G   
Pedro pedreiro penseiro esperando o trem
G             Am         D     C
Manhã parece, carece de esperar também
                         B                        Em
Para o bem de quem tem bem de quem não tem vintém
          Am                 Em
Pedro pedreiro fica assim pensando
                          Am                  Em         Am
Assim pensando o tempo passa e a gente vai ficando prá trás
      B                                        Em
Esperando, esperando, esperando, esperando o sol
              Am                 Em                    Am          B      Em      D
Esperando o trem, esperando aumento desde o ano passado para o mês que vem
 
          Am                 Em
Pedro pedreiro espera o carnaval
                      Am           Em        Am
E a sorte grande do bilhete pela federal todo mês
      B                                        Em
Esperando, esperando, esperando, esperando o sol
              Am                 Em                    Am
Esperando o trem, esperando aumento para o mês que vem
             Em                  Am
Esperando a festa, esperando a sorte
               Em                       Am           B      Em
E a mulher de Pedro está esperando um filho prá esperar também
 
          Am                     Em
Pedro pedreiro está esperando a morte
                Am               Em
Ou esperando o dia de voltar pro Norte
           F#                                     Am                    B
Pedro não sabe mas talvez no fundo espere alguma coisa mais linda que o mundo
                Am            B           Em        Am                 Em
Maior do que o mar, mas prá que sonhar se dá o desespero de esperar demais
          Am                Em             Am                 Em         D
Pedro pedreiro quer voltar atrás, quer ser pedreiro pobre e nada mais, sem ficar
      B                                        Em
Esperando, esperando, esperando, esperando o sol
              Am                 Em                    Am
Esperando o trem, esperando aumento para o mês que vem
               Em                    Am
Esperando um filho prá esperar também
              Em                Am                 Em                 Am
Esperando a festa, esperando a sorte, esperando a morte, esperando o Norte
              Em                Am               Em              Am
Esperando o dia de esperar ninguém, esperando enfim, nada mais além
                  Em       Em     C       B          Em
Que a esperança aflita, bendita, infinita do apito de um trem
G               Am       D
Pedro pedreiro pedreiro esperando
Pedro pedreiro pedreiro esperando
G               Am       D      B
Pedro pedreiro pedreiro esperando o trem
        Em         Am         Em         Am
Que já vem, que já vem, que já vem, que já vem…

 


 

Esqueça – Marisa Monte

    G
 Esqueça
               Bm
 Se ele não te ama
C
 Esqueça
                D
 Se ele não te quer
B
 Não chore mais
              Em
 Não sofra assim
      A
 Porque
    posso te dar
           D
 Amor sem fim
G
 Ele não pensa
          Bm
 Em querer-te
C
 Te faz sofrer e 
             B
     até chorar
 Oh, oh
Em
 Não chore mais
Vem,
  pra mim, vem
      A
 Não sofra,
       Am
  não pense
      D
 Não chore mais,
       G   Em Am
  meu bem
      D
 Não chore mais,
       G   Em Am
  meu bem
      D
 Não chore mais,
       G   C
  meu bem
    G
 Esqueça
               Bm
 Se ele não te ama
C
 Esqueça
                D
 Se ele não te quer
B
 Não chore mais
              Em
 Não sofra assim
      A
 Porque
    posso te dar
           D
 Amor sem fim
G
 Ele não pensa
          Bm
 Em querer-te
C
 Te faz sofrer e 
             B
     até chorar
 Oh, oh
Em
 Não chore mais
Vem,
  pra mim, vem
      A
 Não pense, não sofra
      D
 Não chore mais,
       G   Em Am
  meu bem
      D
 Não chore mais,
       G   Em Am
  meu bem
      D
 Não chore mais,
       G  Em Am
  meu bem
      D
 Não chore mais,
       G
  meu bem

 


 

A Sua – Marisa Monte

D           
 Eu só quero que você saiba
                     G
Que eu estou pensando em você
 C          
Agora e sempre mais
       
Eu só quero que você ouça
                 G
A canção que eu fiz pra dizer
                      E    G
Que eu te adoro cada vez mais
            A               D
E que eu te quero sempre em paz

 D     
  Tô com sintoma de saudade
             G
  Tô pensando em você
              C
  Como eu te quero tanto bem
 D    
  Aonde for não quero dor
                 G
  Eu tomo conta de você
                        E
  E te quero livre também
G             A             D
  Como o tempo vai e o vento  vem

           
 Eu só quero que você caiba
       D    G
No meu colo porque
       C          D
Eu te adoro cada vez mais
           
Eu só quero que você siga
     D     G
Para onde quiser
              A               D
Que eu não vou ficar muito atrás

(refrão)

D           
 Eu só quero que você saiba
         D             G
Que eu estou pensando em você
                      E
Mas te quero livre também
G           A             D
 Como o tempo vai e o vento vem
                           E
E que eu te quero livre também
G           A             D
 Como o tempo vai e o vento vem

 


 

Vai Ana – Carolina

Tom: C

Intro: C  F  C  F

 

C             F                           C
Espera ai nem vem com essa historia eu nem quero ouvir
    F                        Dm
Não dá pra te esquecer agora como assim?
       G                        Fm                 C       F Fm
Você disse que me amava tanto ontem eu juro que ouvi.
  C       F                         C
Calma ai que diabo você ta dizendo agora?
     F                          Dm
Que onda é essa de outro lance pra viver?
     G
você nem pode ta falando sério

Fm          C  Fm           C    F G
Vivi pra você  morri pra você

             C     Fm
Pois então vai a porta esteve aberta o tempo todo,
C          Fm                 Dm         G
sai quem ta lhe segurando? você sabe voar, pois então
C       Fm                          C     Fm                      Dm           G
vai a porta na verdade nem existe, sai, o que esta esperando? Você sabe voar.

C              F                       C          F                    Dm
Então tá bom e senta e conta logo tudo devagar não minta, não me faça suportar
   G                        Fm              C      F     Fm
Você caindo nesse abismo enorme tão fora de mim.
 C          F                                C
Tá legal é, e eu faço o que com a nossa vida genial?
F                                 Dm              G
Cê vai viver pra outra vida e eu fico aqui, na vida
                       Fm             C       Fm        C       G
que ficou em minha vida, tão perto de mim, tão longe de mim.

             C      Fm
Pois então vai a porta esteve aberta o tempo todo,
C         Fm                 Dm          G
sai quem ta lhe segurando? você sabe voar, pois então
C         Fm                         C      Fm                   Dm            G    Fm
vai a porta na verdade nem existe, sai, o que esta esperando? Você sabe voar
        C      Fm        C        G
de volta pra mim de volta pra mim

 C      Fm                                C         Fm
Vai a porta esteve aberta o o tempo todo sai, quem ta lhe segurando?
 Dm          G               C       Fm                         C    Fm
você sabe voar, pois então vai a porta na verdade nem existe, sai,  o que esta esperando?
 Dm                         G       Fm       C   Fm         C
você sabe voar você sabe voar…de volta pra mim de volta pra mim

 


 

Nada Pra Mim – Ana Carolina

Tom: D

[Intro]:A7 F#m Bm7 E7

 

A7     F#m   
Eu não vim aqui 
    Bm7         E7 
Pra entender ou explicar 
                   A7
Nem pedir nada pra mim 
F#m                Bm7
Não quero nada pra mim 
E7               A7
Eu vim pelo que sei 
            G
E pelo que sei 
             D7      E7                A7
Você gosta de mim é por isso que eu vim, Oo…
                D7
Eu não quero cantar 
                 
Pra ninguém a canção 
                 C#m   F#m
Que eu fiz pra você ê ê ê… 
                   Bm7  A7
Que eu guardei pra você 
                   A7
Pra você não esquecer 
                     G
Que eu tenho um coração 
     D
E é seu 
                  
Tudo mais que eu tenho 
                C#m     F#m
Tenho tempo de sobra, a a… 
             Bm7
Tive você na mão 
     E7
E agora 
                  A7
Tenho só essa canção

 


 

Evidências – Ana Carolina

Tom : C  
  
           C                  G   
Quando eu digo que deixei de te    amar  
       Am     
É porque eu te amo  
           Dm           
Quando eu digo que não quero  
 Mais você 
        Dm                      E   F   F#   G
É porque eu te quero  
 G          
eu tenho medo de te dar meu  
    
Coração  
         Am 
E confessar  que eu estou             
Em tuas mãos  
        Dm        Dm  
Mas não posso imaginar  
O que vai ser de mim  
           F      G      
Se eu te perder um dia  

   C                  G   
Eu me afasto e me defendo  
De você  
       Am      Am 
Mas depois me entrego 
Dm          Dm  
Faço tipo, falo coisas que  
Eu não sou  
        Dm                      E    F   F#   G
Mas depois eu nego  
      G          
Mas a verdade é que sou  
    
Louco por você  
                  Am 
E tenho medo de pensar              
Em te perder  
          Dm                    F
Eu preciso aceitar que não dá  
                G                    C
Mais pra  Separar as nossas vidas   
  
C
E nessa loucura de dizer  
Que não te quero  
       G  
Vou negando as aparências,  
Disfarçando as evidências  
          F   
Mas pra que viver fingindo            
Se eu não posso enganar  
       F     
Meu coração  
     G
Eu sei     que te amo,  


Chega de mentiras  
De negar o meu desejo  
        G  
Eu te quero mais que tudo  
eu preciso do seu beijo  
       F 
Eu entrego a minha vida           
Pra você   fazer o que quiser  
     F           G  
De mim  
Só  quero  ouvir você dizer    
Que sim  

  C        C#m  
Diz que é verdade que tem  
 Dm
Saudade  
          F            G 
Que ainda você pensa muito        
Em mim  
  C        C#m  
Diz que é verdade que tem  
 Dm
Saudade  
          F            G 
Que ainda você  quer      

Viver pra mim

C
E nessa loucura de dizer  
Que não te quero  
       G  
Vou negando as aparências,  
Disfarçando as evidências  
          F   
Mas pra que viver fingindo            
Se eu não posso enganar  
      F     
Meu coração  
     G
Eu sei     que te amo,  


Chega de mentiras  
De negar o meu desejo  
        G  
Eu te quero mais que tudo  
eu preciso do seu beijo  
      
 F 
Eu entrego a minha vida           
Pra você    fazer o que quiser  
     F           G  
De mim  
Só  quero  ouvir você dizer    
Que sim  

  C        C#m  
Diz que é verdade que tem  
 Dm
Saudade  
         F             G 
Que ainda você pensa muito        
Em mim  
  C        C#m  
Diz que é verdade que tem  
 Dm
Saudade  
          F            G 
Que ainda você  quer      

Viver pra mim


 

Uma Louca Tempestade – Ana Carolina

Tom: E

E                  
Eu quero uma lua plena 
E                    
Eu quero sentir a noite 
E                   
Eu quero olhar as luzes 
           E                A  
Que teus olhos não me tem deixado ver 
                 E   
Agora eu vou viver 
 
E                 
Eu quero sair de manhã 
E                     
Eu quero seguir a estrela 
E                   
Eu quero sentir o vento 
        E                  A                  
Pela pele um pensamento me fará 
                   E   
Uma louca tempestade 
 
 A    
Eu quero ser uma tarde gris 
                                  C#m 
Quero que a chuva corra sobre o rio 
A    
O rio que por ruas corre em mim 
                                   C#m 
As águas que me querem levar tão longe 
 A                      Am          E    
Tão longe que me façam esquecer de ti

 


 

Garganta – Ana Carolina

(intro)  Am F E 

 

Am                F          E           Am
Minha garganta estranha quando não te vejo
           F         E        Am
Me vem um desejo doido de gritar
                  F             E         Am
Minha garganta arranha a tinta e os azulejos
                    F           E       Am
Do teu quarto, da cozinha, da sala de estar
                  F            E          Am
Minha garganta arranha a tinta e os azulejos
                    F         E          Am
Do teu quarto, da cozinha, da sala de estar
 Dm         G               C
Vem a madrugada perturbar teu sono
                 F                Am
Como um cão sem dono me ponho a ladrar
                      F         E         Am
Atravesso o travesseiro, te reviro pelo avesso
               F           E
Tua cabeça enlouqueço, faço ela rodar
Am                  F        E        Am
Atravesso o travesseiro, te reviro pelo avesso
                F       E 
Tua cabeça enlouqueço, faço ela rodar
Am                 Dm           G            C
Sei que não sou santa, as vezes vou na cara dura
                     C            Am
As vezes ajo com candura pra te conquistar
             F        E        Am
Mas não sou beata, me criei na rua
                    E                 Am
E não mudo minha postura só pra te agradar
             F        E        Am
Mas não sou beata, me criei na rua
                    F         E      Am
E não mudo minha postura só pra te agradar
                   Dm         G            C
Vim parar nessa cidade, por força da circunstância
                   F                Am
Sou assim desde criança, me criei meio sem lar
 F        E          Am     F
Aprendi a me virar sozinha,
                      E                      Am
e se eu tô te dando linha é pra depois te abandonar
    F         E     Am
Aprendi a me virar sozinha
                     F            E           Am
e se eu tô te dando linha é pra depois te abandonar